Back To Top

foto1 foto2 foto3 foto4 foto5
Agrupamento de Escolas Abel Botelho Tabuaço

Tabuaço,

     Diapositivo9

     As opções que fazemos ao longo da vida podem influenciar o nosso estado de saúde. Daí a importância das ações de sensibilização, orientação e esclarecimento conducentes à adoção de estilos de vida saudáveis e à redução de comportamentos de risco. A promoção da saúde é o processo que visa aumentar a capacidade de os indivíduos e as comunidades controlarem a sua saúde, no sentido de a melhorar, indo além da prestação dos cuidados de saúde. Ed. para a Saúde é proporcionar o acesso a conhecimento e, sobretudo, desenvolver capacidades, atitudes e valores que favoreçam a tomada de decisões que permitam gerir e desenvolver o potencial de saúde de cada indivíduo. Implica o envolvimento e a responsabilização de cada indivíduo relativamente aos seus hábitos e estilos de vida e das suas consequências na saúde. Para tal, é necessário ter algumas precauções para não se correrem riscos desnecessários como uma gravidez não desejada ou uma DST que trarão problemas futuros. Porque a vida é feita de opções, livres mas que todas elas têm consequências, o GPS é um  espaço de valorização de escolhas saudáveis através das quais se pretende não apenas educar para a promoção de hábitos/estilos de vida saudáveis, mas também fomentar novas tendências na forma dos jovens se relacionarem socialmente e se divertirem, sem passar exclusivamente pelos processos de consumos indevidos ou abusivos de substâncias psicoactivas. A principal finalidade é, pois, contribuir para que as crianças e jovens assumam tais atitudes. As áreas prioritárias de intervenção, para este ano letivo são: a ed. sexual (gravidez indesejada na adol.), consumo de subst. psicoativas (tabaco) e Igualdade de Género. Na ed. sexual será cumprido o disposto na Lei n.º 60/2009/6 Agosto e Port. n.º196-A/2010/9 Abril e na saúde oral o disposto Norma n.º 009/2013/17 da DGS. A equipa está consciente que as estratégias promotoras de saúde, a par das de prevenção da doença,  permitem o aumento da esperança média de vida e o incremento da qualidade de vida, e esta dependerá de um conjunto de fatores que proporcionam ao indivíduo bem-estar físico, harmonia e equilíbrio nas relações, permitindo assim uma vida mais longa e saudável.

 

Responsável - Isabel Brites

(voltar à página principal)